Por trás de muitos carros que são sucesso de vendas, estão, muitas vezes, histórias interessantíssimas, e que merecem ser contadas. É o caso do Volkswagen Gol, que foi lançado há quase 39 anos, e se tornou uma das marcas de carros mais vendidas do mundo.

Sucesso brazuca

O Gol foi, por muito tempo, o líder de vendas no mercado brasileiro. Na verdade, foram exatamente 27 anos no topo do pódio. Até hoje, foram mais de 6 milhões de unidades vendidas só em nosso país.

Tamanho sucesso não é à toa, já que o modelo também é bastante disputado lá fora, sendo o sétimo mais produzido pela marca Volkswagen no mundo, ficando atrás de Golf, Fusca, Jetta, Polo, Passat e Transporte.

Pioneiro em inovações

Ao longo desses quase 39 anos (o Gol foi lançado em maio de 1980), o modelo foi protagonista de uma série de inovações, como, por exemplo, ter sido o primeiro veículo brasileiro com injeção eletrônica (que foi o Gol GTI, lançado em 1989).

Também foi o primeiro modelo brasileiro a usar um moto de 1.0 de 16 válvulas e com motor flex. Neste último, a linha foi a do Gol 1.6 TotalFlex, que chegou ao mercado no ano de 2003.

Ah, e pra completar, foi o primeiro da Volkswagen no Brasil a dar origem a uma “família” de outros carros similares: os famosos sedã Voyage, perua Parati e picape Saveiro.

Paixão nacional no nome

Pois, o nome desse modelo foi escolhido justamente para homenagear o nosso esporte preferido. O que, olhando o histórico da Volkswagen, não é surpresa, visto que outros modelos da empresa já homenagearam esportes anteriormente (o Golf e o Polo, por exemplo).

Talvez, o que você não saiba é que o Gol quase foi batizado de Angra, em homenagem a Angra dos Reis. Mas, então, a ideia não vingou pelo fato do nome também remeter ao polêmico projeto de usinas nucleares na região nos anos 70.

Versões para colecionadores

No decorrer desses anos, foram muitas as versões limitadas que o Gol teve. Um bom exemplo data de 1995, ano da turnê “Voodoo Lounge”, da jurássica banda de rock Rolling Stones, quando a Volkswagen lançou o Gol Rolling Stones, que, de brinde, ainda vinha com uma fita cassete.

Outra versão limitada muito interessante do modelo foi o Gol Atlanta, fabricado para homenagear as Olimpíadas de 1996. E, falando em esportes, não poderia faltar uma versão que fizesse menção ao futebol, o que ocorreu como o lançamento do Gol Seleção, durante a Copa de 2014.

Porém, a versão mais exclusiva de todas foi, muito provavelmente, o Gol Vintage, baseado na versão Power, e que teve apenas 30 unidades. Como se não bastasse, ainda vinha com um baita presente: uma guitarra Tagima Stratocaster no porta-malas, que era nas mesmo cores preto e branco da lataria.

Yes, nós também exportamos!

O Gol é, simplesmente, o veículo mais exportado de toda a história da Volkswagen Brasil. São mais de 1 milhão de unidades vendidas para nada menos do que 66 países. Inclusive, ele foi o modelo mais vendido na Argentina em 2015.

Curiosamente, entre 2004 e 2005, o veículo foi vendido na Rússia sob a nomenclatura Pointer, que também é usada para nomear o Gol em outros países.

O novo Gol está entre nós!

2019 a pleno vapor, e já temos o novo Gol da Volkswagen, que investiu pesado em tecnologia e modernidade para conseguir a liderança no mercado este ano.

Mais esportivo, e com um espaço interno maior, o veículo está vindo com uma série de itens, entre eles, ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, alerta sonoro e visual para cinto de segurança do motorista, faróis com máscara escurecida, tomada 12v no console central e cintos de segurança com ajuste de altura, além de inúmeros e importantes itens de segurança.

Agora, que você já sabe de alguns fatos curiosos a respeito do modelo, é aproveitar o Gol 2019, que promete ser um sucesso (marcar registrada da história do Gol).