O verão chegando e, com certeza, um item indispensável nesse tempo é o ar-condicionado, em especial, o automotivo. Seja ele instalado depois ou já vindo de fábrica, certo mesmo é que num país como o nosso não dá pra viver sem esse item.

Porém, não basta apenas ter um ar-condicionado automotivo. É necessário que você tenha alguns conhecimentos básicos a respeito de funcionamento e manutenção para o conforto não sair caro.

Por isso, daremos algumas dicas bem interessantes de como proceder com o ar-condicionado em seu veículo.

Carro ao sol

Digamos que você deixe seu veículo em pleno sol escaldante, sem que o ar-condicionado esteja ligado. Normal acontecer. Mas, ao entrar no carro, obviamente, o calor está insuportável. Como fazer? Basta, primeiro, abrir os vidros do veículo, ligar o motor e colocar o veículo em movimento. Quando a sensação de abafamento desaparecer, ligue o ar-condicionado e mantenha os vidros abertos. Depois, quando a temperatura melhorar, é só fechar os vidros. Desse jeito, você não estará sobrecarregando o seu aparelho.

O ar-condicionado e o cigarro

Muitos tem dúvida se fumar com o ar-condicionado automotivo ligado prejudica o equipamento. E, aí? Na verdade, a questão relacionada ao equipamento é só no que diz respeito à sujeira, mesmo. Porém, em relação a sua saúde, a coisa se complica, pois o ar-condicionado faz circular a fumaça em um ambiente muito pequeno e fechado, o que aumenta o risco de absorção de toxinas. O ideal é que você deixe o cigarro, mas se quiser mesmo fumar, recomenda-se que faça isso com os vidros abertos e o ar-condicionado desligado.

A cobertura do seguro

E se o seu veículo sofre alguma avaria, o seguro cobre também o ar-condicionado? Nesse caso, é bom ficar atento, pois muitas apólices não contemplam a manutenção do ar-condicionado do veículo. Ainda assim, mesmo nesses casos, você pode contratar o serviço de maneira adicional, a depender da sua operadora. Agora, claro, a probabilidade do custo do seguro ser bem maior é alto, portanto, cabe avaliar se realmente vale a pena o investimento.

O consumo de combustível

Bem, caso você não saiba, fique sabendo: o ar-condicionado é responsável por um aumento de até 20% de consumo no combustível do carro. O aumento real vai variar de acordo com o modelo do veículo e o estilo de direção do condutor. Vale, portanto, consultar o manual do seu carro para saber como economizar nesse sentido. Só lembrando que, o fato do ar-condicionado estar no máximo, não altera quase nada essa questão do consumo. Basta estar ligado, portanto.

Cuidados com a saúde

Mesmo proporcionando uma ótima sensação de bem-estar em temperaturas muito altas do ambiente, é preciso tomar cuidado com o ar-condicionado automotivo em termos de saúde. Gripes, resfriados e bronquites são algumas das doenças atribuídas ao seu uso. O ideal? Usar o equipamento por um período não muito longo de tempo e, sempre que possível, trocar o filtro de ar. 

Identificando problemas

Obviamente que somente especialistas na área podem identificar problemas no seu aparelho de ar-condicionado. O vídeo abaixo fala sobre “a lenda da carga de gás e a serpentina furada”, um assunto bastante comum para motoristas que sentem o desempenho do ar-condicionado cair. Veja o vídeo e aprenda um pouco mais: 

Pronto! Esperamos que essas dicas sejam úteis de alguma forma, tornando o seu verão bem mais agradável e com bastante conforto.