Os alto-falantes automotivos são acessórios bem procurados por motoristas de carros que adoram uma boa música. Mas, não pode ser qualquer alto falante. Esse é um item que precisa ser muito bem escolhido para compor o seu sistema de som do seu carro, caso contrário, você não terá um som com a qualidade desejável.

Mas, então, como escolher melhor esse acessório? A seguir, mostraremos como.

Potência adequada

Dentre os vários motivos pelos quais alguém resolve comprar um alto- falante para o seu carro (ou até mesmo trocar o que já tem) é porque quer um som mais potente. A potência, por sua vez, é medida em watts RMS. A dica, neste caso, é adquirir um alto-falante com a maior potência possível dentro do seu orçamento. É importante, inclusive, sempre considerar a potência do acessório sendo medida em RMS e não em PMPO.

Se o seu sistema de som for de baixa potência, automaticamente os seus alto-falantes não precisarão ser muito alimentados. Se for o contrário, ou seja, caso tenha um sistema de amplificadores poderosos, isso irá exigir uma demanda de carga mais alta.

Sensibilidade certa

A sensibilidade nada mais é do que a pressão sonora adquirida através de um sinal elétrico enviado pelo próprio alto-falante. A medida para se avaliar a sensibilidade de qualquer som é o decibel (dB).

E, é aí que está a dica: caso o seu aparelho de som seja de baixa potência (em torno de 15 watts RMS por canal), os alto-falantes com classificação de alta sensibilidade (algo em torno de 90 dB) serão a melhor escolha. Já se você possui um sistema de alta potência (16 watts RMS ou até mesmo mais), alto-falantes com classificações de sensibilidades mais baixas, serão a melhor opção neste caso.

Frequência no ponto

Outra questão a ser analisada é quanto à resposta de frequência que o alto- falante deve possuir para o seu sistema de som, que nada mais é do que a faixa de operação. Esta é medida em Hertz, e é por ela que você deve medir o seu parâmetro de escolha para os alto-falantes.

Pra exemplificar, digamos que a medida de um alto-falante seja entre 50 e 1000 Hz. Isso significa que a potência mais grave do aparelho atinge 50 Hz, e a mais aguda, 1000 Hz. Diante disso, é escolher qual aparelho fica mais adequado ao seu gosto pessoal.

Atenção aos kits de alto-falantes

Existem “kits” de alto-falantes que podem ajudar na hora de compor o seu sistema de som. Podemos classificá-los em duas categorias, e que deverão ser escolhidos de acordo com o nível de exigência que você deseja: alto- falantes de gama completa e alto-falantes compostos.

Os alto-falantes de gama completa são basicamente “todos em um só”, já que eles possuem todos os elementos necessários em uma única peça. O sistema mais simples dele tem um woofer para tons mais baixos, e um tweeter para reproduzir frequências mais altas.

Determinados modelos ainda possuem drivers adicionais, como midranges ou supertweeters. Este é um sistema indicado para quem deseja substituir o sistema de som de fábrica sem precisar de novas furações, ou mesmo instalar dispositivos mais complexos.

Já, os sistemas de alto-falantes compostos possuem woofers separados, tweeters e crossovers externos, o que garante uma qualidade de som bem superior. Pra se ter uma ideia, nesse sistema, o tweeter se separa do woofer, que, sendo montado à parte, pode fornecer uma melhor ressonância, produzindo um som com maior profundidade.

Em suma, os sistemas de alto-falantes compostos são produzidos com materiais melhores, e garantem um som mais “limpo”, apesar de serem, obviamente, mais caros do que os sistema de alto-falantes de gama completa.

Quanto à troca de alto-falantes que só estão com defeito?

Existem duas situações em que ocorre a compra de novos alto-falantes. A primeira é por queima dos originais, e a segunda por aqueles que tenham maior potência por vontade do dono do veículo.

No caso de ser só pela queima do original, a troca precisa ser feita pelo mesmo tipo de alto-falante que estava instalado anteriormente. Inclusive, preferencialmente, a troca precisa ser do par, mesmo que só o direito ou o esquerdo queimem.

CLIQUE AQUI E CONHEÇAS AS OPÇÕES DE ALTO-FALANTES