Muitas pessoas pensam que ter cuidados com o carro e mexer no seu veículo pode ser um grande desafio, ou que certos cuidados com o carro podem ser quase impossíveis e que sempre vão precisar da ajuda de um profissional para tudo. Mas, na realidade, muitas coisas podem ser feitas de formas muito práticas e simples.

São situações que vão desde uma simples verificação de óleo, filtros cruciais para o funcionamento do carro e higienização detalhada, além da possível instalação de aparelhos, como rádios mp3, por exemplo. 

Neste artigo você conseguirá aprender como se virar na sua garagem e entender um pouco mais sobre seu automóvel, um passatempo saudável neste período de pandemia. 

Verificação correta do óleo e filtro 

Algumas das maiores dúvidas das pessoas são: “Como fazer a correta verificação de óleo e filtro?”, “Qual o período correto para a troca desses componentes?”,  “É  possível trocar o óleo em casa?”.

Primeiramente, a verificação do nível do óleo deve ser feita logo pela manhã, com o carro frio e desligado, para que o fluido esteja totalmente paralisado.  É sempre bom, também, verificar embaixo do carro, no chão da garagem, para ver se há manchas de óleo que podem apontar um possível vazamento.

Depois, é importante também verificar o filtro de óleo, que é uma peça cilíndrica que fica na parte de baixo do carro. Analisando essa peça, é possível verificar possíveis vazamentos. 

O período ideal de troca do óleo é entre 5 e 10 mil km, dependendo do fabricante, geralmente sendo de 8 mil km para semi sintético e 10 mil km para sintético. O ideal é consultar o manual do seu veículo, com o óleo podendo variar entre 5w30 sintético, 15w40 semi sintético e 20w50 mineral, por exemplo.

Já para a troca do filtro, o ideal é que seja feita a cada duas trocas de óleo. Nesse momento, é importante verificar sempre o filtro de combustível também, um elemento essencial para o veículo, por conta de ele filtrar sempre as impurezas do carro: se ele não estiver funcional pode causar problemas futuros e realizar essa verificação é crucial nos cuidados com o carro.

O melhor de tudo: a troca do óleo pode ser feita em casa, sim! Porém, é necessário que você tenha um local adequado para descartar o fluido que já estava no carro, para que não ocorram danos ao meio ambiente.

Para realizar essas medidas veja quais os cuidados com o carro que você deve tomar. 

Como trocar o óleo em casa?

Primeiramente, você deverá ter pelo menos dois macacos para suspender o carro de forma que ele fique reto. Você pode usar o macaco que vem no carro para suspender a parte traseira e um macaco jacaré para suspender a frente, sempre mantendo ele reto. O macaco jacaré pode ser encontrado por preços muito acessíveis e permite que você possa fazer várias trocas e ter mais cuidados com o carro, economizando com custo de um profissional.

Para realizar a troca de óleo, você deve verificar quais as ferramentas são necessárias, se o carro tem protetor de carter (peito de aço) ou não – se tiver você deverá removê-lo. Depois disso, você deverá ter um recipiente aberto para despejar o óleo velho, pois quando ele cair, deve ter um local próprio para não sujar o chão. 

Com o carro frio, vá para debaixo do veículo com as ferramentas à mão. Solte o protetor do carter – se tiver – , em seguida solte a botija do carter com o recipiente embaixo e deixe o óleo descer até a última gota. Em seguida, coloque a botija novamente prendendo o parafuso muito bem para evitar vazamentos. Depois, já embaixo do capô na parte indicada, complete com a litragem ideal para o seu veículo e feche válvula do óleo. Verifique o manual do seu automóvel.

Em seguida, ligue o carro e aguarde a luz do óleo apagar. Se apagar, ótimo: você realizou com sucesso e o processo está feito. Se não apagar, volte para debaixo do carro e verifique se o parafuso está bem apertado. Ah, e é sempre bom olhar embaixo do carro para checar se não há vazamentos, ok? 

Depois, verifique o nível na vareta do óleo. Se estiver no nível, o processo estará concluído. Porém, se ainda estiver um pouco baixo, complete e o procedimento estará finalizado! 

Na hora de comprar o seu óleo, o ideal é contar com um local que garanta o bom preço, que tenha qualidade e comodidade ao entregar em casa, como na Rhino Auto Parts.

Cuidados com o carro mais técnicos: a água do radiador.

Uma das partes principais, e que deve ter total atenção, é a água do radiador. Deve-se sempre verificar no recipiente se a água está no nível e também é sempre bom perceber como está o recipiente por dentro. Claro: sempre com o carro frio para que não ocorram acidentes, já que a válvula que fecha é uma válvula de pressão. 

Se a água não estiver no nível é sempre bom completar com o que já está no carro, com água desmineralizada, ou com aditivos, sendo eles concentrados ou não. Os concentrados são bons pois não necessitam de água desmineralizada para completar o fluído. 

É sempre bom, também, além desses procedimentos, descer os fluidos do veículo pelo menos uma vez por ano, para que você possa evitar dores de cabeça futuras. Realizar esse procedimento é muito fácil. Veja a seguir:

Com o carro desligado e frio, solte a mangueira do recipiente com um alicate de pressão, e solte o recipiente totalmente, esvazie e limpe por dentro, o máximo que conseguir. Em seguida, vá para debaixo do carro na direção do radiador e solte a mangueira do radiador com o alicate de pressão. Deixe a água descer, é muito normal a água vir suja e malcheirosa, não se preocupe. 

Quando a água tiver descido completamente, coloque o recipiente no lugar, e prenda-o bem com o alicate, coloque água e deixe a água que você colocou descer. Quando acabar de sair tudo, volte mais uma vez para debaixo do carro e prenda a mangueira no radiador novamente. Coloque o aditivo seguindo sempre as indicações do manual do fabricante.

Caso seu radiador esteja apresentando algum defeito, veja no nosso artigo a melhor forma de identificá-lo. Saiba também que esses produtos e várias outras peças você consegue comprar sem sair de casa na Rhino Autoparts!