Central-Multimídia-carro

A Central Multimídia é um acessório que unifica diversas funções do veículo, como GPS, rádio e até como visor para a câmera de ré. 

Continue lendo o post e saiba mais o porquê de investir em uma Central Multimídia para o seu automóvel.

O que é uma Central Multimídia para carros?

A Central Multimídia possui funções que possibilitam ao motorista alterar configurações básicas do veículo, integrar smartphone, GPS, controlar o rádio e outros. O nível tecnológico e estético da Central Multimídia vai depender do modelo do veículo, categoria e montadora. Também é possível adquirir o equipamento em lojas especializadas em produtos automotivos, desde que você se atente às características do seu automóvel.

Em modelos mais modernos, você pode receber notificações na tela caso algo não esteja normal em seu veículo ou a hora de realizar manutenções e revisões, por exemplo. Isso gera mais segurança para o motorista, que poderá dirigir sabendo que está livre de riscos de panes e falhas elétricas. Sem falar que instalar uma Central Multimídia em seu automóvel agregará valor no futuro, caso você queira revendê-lo um dia!

Principais funções da Central Multimídia

Confira a seguir, as principais funções que uma Central Multimídia tem:

Integração de smartphones

Como é proibido por lei dirigir e utilizar o celular ao mesmo tempo, um recurso essencial que diversos motoristas podem aproveitar em uma Central Multimídia é a integração com smartphones.

Com esta adaptação, é possível realizar diversas ações, como atender ligações sem perder a atenção no volante e na pista, mandar mensagens, trocar música na rádio, aumentar e diminuir o volume. Vale a pena consultar, durante a compra do veículo ou da Central Multimídia (ou dos dois), se esta integração está incluída.

Sensor de estacionamento

Os sensores de estacionamento – ou sensor de ré – já existem há tempos, porém, antes de serem integrados na Central Multimídia, eram apenas alarmes sonoros que apitavam conforme o carro se aproximava de algum obstáculo.

Se o seu automóvel possuir câmera instalada na traseira, é possível através da Central Multimídia, visualizar a imagem da área atrás de seu veículo assim que a marcha ré for engatada. Dependendo do modelo, são exibidas linhas para indicar como fazer a manobra de forma segura. É uma ótima opção para aqueles que possuem dificuldade de fazer uma baliza, por exemplo.

GPS com comando de voz

Para motoristas que gostam de viajar ou encontrar as melhores rotas em momentos de engarrafamento intenso, o GPS é um item essencial. 

Apesar de muitos motoristas utilizarem aplicativos, como o Waze e o Google Maps, o GPS presente em um sistema de Central Multimídia é mais promissor, por conta da visualização em uma tela maior e o som de comandos que saem pelos alto-falantes do veículo, evitando que instruções sejam perdidas e você vá parar em algum lugar obscuro.

Unificação de serviços

Todas as funções citadas antes podem ser executadas ao mesmo tempo em Centrais Multimídia. Assim, você evita ter que lidar com diversos aparelhos diferentes, com funções específicas. Neste caso, tudo está em um só lugar.

A necessidade de implementar uma Central Multimídia varia de acordo com o perfil do motorista, uma vez que existem diversas variações de visuais, tamanhos e funções disponíveis. Avalie a utilidade que ele terá para você e decida pelo modelo ideal.

Como escolher a melhor Central Multimídia para o seu carro?

Podemos comparar, mais ou menos, como comprar um smartphone. Procure pela ficha técnica do equipamento, seja ele de fábrica ou comprado à parte. Assim, você saberá quais são as especificações da Central Multimídia e o que ela permite fazer, como a integração com smartphones, por exemplo. Algumas especificações técnicas devem ser levadas em consideração, por exemplo:

Processador

Quanto maior a velocidade do processador da Central Multimida, melhor a sua capacidade de realizar multitarefas, como usar o GPS enquanto o smartphone está pareado com o aplicativo de música. Existem até opções com dois núcleos de processador, aumentando a performance da central.

Capacidade de memória

É importante saber que existem dois tipos de memória, a RAM e a de armazenamento. A primeira é responsável por manter um bom desempenho do sistema, enquanto a segunda é utilizada para armazenar dados e arquivos, como informações de mapas e músicas.

Sistema operacional

Uma boa Central Multimídia precisa ser fácil de usar, possuir comandos intuitivos e tudo isso está atrelado a um bom sistema operacional, que também será responsável pela compatibilidade entre aplicativos e funções.

Resolução do visor

Quanto maior a resolução da tela, melhor será a qualidade das imagens. Por isso, há centrais que até investem em placas de vídeo – que são dedicadas apenas à parte gráfica do aparelho.

Corrente da entrada USB

É algo que muitas pessoas podem não dar atenção, mas que tem uma importância considerável no sistema de Central Multimídia. Representa um valor que indica a capacidade que a entrada USB terá de carregar equipamentos. É a famosa “amperagem” da entrada USB. Carregadores de celular mais potentes utilizam 2A de corrente enquanto os mais simples utilizam 1A.

Se atente à Centrais Multimídia que forneçam correntes de 0,5A em suas entradas USB, pois uma corrente mais fraca pode ser insuficiente para recarregar smartphones enquanto apps que consomem mais bateria do aparelho são utilizados. 

Conclusão

Ter uma boa Central Multimídia atrelada ao seu automóvel é garantia de que você terá diversos serviços concentrados em apenas um lugar, além de fazer o valor de revenda subir consideravelmente.

Então, pesquise bem quais as melhores opções, seja durante a compra do veículo ou em lojas de confiança no futuro!

Clique aqui e entre em contato com a gente, com certeza poderemos te ajudar a escolher as melhores Centrais Multimídia para o se automóvel.