limpeza-ar-automotivo

Em um país como o Brasil, em que as temperaturas podem chegar a níveis altíssimos em determinadas épocas do ano, o ar condicionado automotivo é praticamente um item indispensável para todos que possuem um veículo.

E se você mora em uma cidade grande e movimentada, está sujeito a ficar horas preso em trânsitos caóticos, não é mesmo? 

Por isso mesmo, é essencial cuidar bem deste equipamento, para que problemas não surjam. Continue lendo o post e saiba como!

Quando é preciso fazer a limpeza do seu ar condicionado automotivo?

Um dos principais cuidados é a limpeza. Se o ar condicionado automotivo não estiver devidamente higienizado, além de afetar o seu funcionamento, pode gerar sérios problemas de saúde para você e quem mais estiver presente!

A recomendação geral é que a limpeza de um ar condicionado automotivo seja feita semestralmente, além de ser necessária uma manutenção a cada 30 mil quilômetros rodados.

Mas, existem sinais que também podem indicar que é a hora de limpar o ar condicionado do seu carro, então fique atento e confira a seguir:

Mau cheiro

O mau cheiro é um dos principais sinais que indicam a hora de realizar a limpeza do sistema de climatização do seu veículo. 

Ele é causado pelo acúmulo de ácaros, fungos e bactérias nos filtros de ar do sistema. Caso a limpeza não seja feita, eles se acumulam, se desenvolvem e criam colônias no local, fazendo com que o mau cheiro se espalhe por todo o interior do automóvel.

Problemas respiratórios

Os mesmos microorganismos que se desenvolvem nos filtros do ar condicionado automotivo, ainda podem causar diversos problemas para o sistema respiratório das pessoas, principalmente para os que sofrem de asma, rinite e alergias diversas.

Usar o ar condicionado automotivo sem realizar a sua limpeza, representa um risco altíssimo para a saúde de todos os presentes em seu veículo, principalmente as crianças.

Então, se seus passageiros começarem a sentir dificuldade para respirar ou espirrar continuamente, é um sinal de que a limpeza do sistema deve ser feita.

Problemas com a ventilação

Outro sinal de que é hora de realizar a limpeza do seu ar condicionado automotivo, é quando ocorre uma maior dificuldade no momento da ventilação. 

Isto ocorre por conta de um filtro de ar sujo que impede o ar de passar completamente por ele, fazendo com que o sistema de climatização seja ineficiente.

Quando o filtro está sujo e ocorrem problemas com a ventilação, o sistema de climatização precisa ficar ligado por mais tempo em uma potência maior, para que se atinja a temperatura desejada, o que acaba consumindo mais bateria e combustível.

Em resumo: um ar condicionado automotivo que não tenha sido higienizado, afeta a performance de todo o automóvel!

Qual a melhor forma de realizar a limpeza de um ar condicionado automotivo?

A melhor maneira de fazer a manutenção ou a higienização, é buscando centros automotivos com profissionais especializados e de confiança, porque, apesar de parecer ser algo simples de ser feito, é preciso ter conhecimento sobre o sistema de climatização para poder lidar com ele.

A limpeza básica de filtro de ar e das tubulações costuma não ser algo caro, mas quando processos mais complexos estão envolvidos, como a limpeza do evaporador, do compressor e de outros componentes do ar condicionado automotivo, o valor pode ser maior, então vale a pena se planejar antes para evitar sustos na hora da avaliação.

Como fazer um bom uso do sistema de climatização do seu automóvel?

Apesar de a limpeza do ar condicionado ser algo essencial, existem boas práticas quando se trata do ar condicionado automotivo no dia a dia, fazendo com que ele seja mais efetivo e a sua vida útil seja maior. Veja alguns pontos abaixo:

Não deixe o ar condicionado desligado por longos períodos

Mesmo sendo um dos primeiros pontos que precisam de atenção, é um dos mais esquecidos pelos motoristas. 

Basicamente, quando o sistema fica parado por muito tempo, pode favorecer o acúmulo de poeira em seus componentes. É importante ligar o ar condicionado automotivo pelo menos uma vez por semana, para garantir que o sistema esteja bem lubrificado e as peças não ressequem.

Remova todo o ar quente de dentro do seu carro antes de ligar o ar condicionado

Aqui no Brasil, o ar condicionado automotivo ser usado principalmente para dias de muito calor, é nesses momentos que você deve ter cuidado extra ao utilizar o sistema de climatização. 

O ideal é sempre fazer o ar quente presente no interior do seu carro sair por completo, antes de ligar o ar condicionado, principalmente se você o deixou muito tempo embaixo do sol.

Ao entrar em seu veículo e perceber a presença de ar quente, abra as janelas e ande com o veículo por um tempo, até que a temperatura amenize. Ou também ligue a ventilação do carro com as janelas abertas para que isso ocorra com mais rapidez.

Mantenha os dutos de ar secos

De tempos em tempos, ligue o ar quente e deixe todo o sistema funcionar na velocidade máxima por um minuto. 

Isso garante que os dutos de ar fiquem completamente secos e a umidade seja removida. Ela é uma das responsáveis por causar o mau cheiro, a umidade no caso.

Depois de deixar o ar quente agir por um minuto, diminua a temperatura (como falamos ali em cima, não ligue o ar condicionado até a temperatura interna ficar amenizada), e ligue o ar condicionado em si.

E pode confiar: vale muito mais a pena tomar medidas preventivas e fazer a limpeza regular do seu ar condicionado automotivo do que lidar com os problemas causados por uma má higienização. 

Por isso, é essencial, além de seguir nossas dicas, consultar o manual do fabricante para saber mais sobre cuidados específicos de cada veículo e sempre comprar peças e componentes originais com empresas de confiança!