radiador-do-carrro

Você com certeza já deve ter ouvido falar do Radiador de carro – peça essencial para o bom funcionamento do motor do seu automóvel. 

Mas, sabe como ele funciona ou quais problemas pode ter?

Continue lendo e descubra!

Como funciona o radiador?

Podemos dizer, de forma mais simplificada, que o radiador funciona como um tipo de sistema de troca de calor. Ou seja, ele faz o processo de troca entre o ar e outra substância (geralmente líquidos) que estão presentes em um sistema fechado.

O núcleo do radiador possui diversos canais, com formato de colmeia ou tubos, permitindo a passagem do ar através deles. E é importante ressaltar que o tamanho do radiador está diretamente ligado à sua eficiência. Quanto maior o radiador, mais rápida será a troca de calor e, consequentemente, o seu poder de arrefecimento.

Assim, a passagem de ar resfria o fluido refrigerante, que já baixou a temperatura de outros equipamentos internos do seu automóvel. A maioria dos modelos atuais de radiadores possuem ventoinhas que ajudam no processo de arrefecimento do fluido. 

O radiador mais conhecido e mais utilizado em veículos é o de arrefecimento, que normalmente, é encontrado em carros refrigerados a “água” (entre aspas porque, na verdade, é uma mistura de água com aditivo, para evitar que ela evapore ou congele durante o processo de arrefecimento). 

Este tipo de radiador é instalado na parte frontal do veículo e conectado ao motor por mangueiras em um sistema fechado.

Outro tipo de radiador existente, porém, menos conhecido, é o radiador de óleo. Seu funcionamento se assemelha ao do radiador de arrefecimento, mas é usado em veículos para arrefecer o óleo do cárter ou o fluido de transmissão.

Um terceiro tipo de radiador é o de climatização, que cuida da temperatura interna dos veículos e se localiza no painel do automóvel. Ele pode ser usado tanto para aquecer o interior do carro como para resfriá-lo. 

Para o aquecimento, o radiador de climatização utiliza seu próprio fluido. Já para diminuir a temperatura interna, utiliza gases específicos. 

Quando trocar o radiador do seu veículo?

O radiador não é uma peça que precisa ser trocada constantemente (desde que os devidos cuidados sejam tomados para garantir seu bom estado de funcionamento). É um componente bastante durável e dificilmente te trará problemas.

Entretanto, é preciso ficar atento ao nível do fluido de arrefecimento e à sua coloração. Caso você note que o nível do fluido está baixando mais rápido que o normal, pode ser que esteja ocorrendo algum vazamento. Neste caso, recomendamos a troca do componente por um novo.

Se o fluido está com uma coloração escura e com sinais de ferrugem, pode não ser uma coisa boa. Se você notar que a temperatura do motor está passando do recomendado, procure imediatamente um centro automotivo com especialistas.

É recomendado que a troca do fluido de arrefecimento seja feita a cada 30 mil quilômetros rodados ou de ano em ano.

O que pode acontecer se você manter um radiador danificado em seu veículo?

Manter um radiador danificado no seu automóvel pode levar a sérias consequências. Caso as mangueiras estejam vazando ou ressecadas, impedindo que o fluido refrigerante siga o seu caminho, o motor pode acabar fundindo. Isso significa mais gastos na hora do reparo, algo que você com certeza não deve querer, não é?

Para evitar que isto aconteça, recomendamos fortemente as manutenções preventivas e revisões periódicas em seu automóvel, além de verificar constantemente o nível de fluido no reservatório. Porém, tome muito cuidado ao fazer isto, nunca realize esta verificação com o motor do carro quente! Você pode se queimar gravemente.

Como escolher os melhores radiadores pelo menor preço?

A escolha de um radiador de qualidade é muito importante para garantir que o motor do seu veículo seja resfriado da forma mais eficiente possível. Você pode pedir indicações no centro automotivo de sua confiança ou pesquisar na Internet. 

Sempre use peças originais e de qualidade, pois possuem um custo-benefício maior. Um bom local para começar é nas lojas virtuais, que garantem preços mais baixos e maior comodidade para você.

Mas, o mais importante de tudo é: nunca ande com um radiador defeituoso em seu veículo. Você viu o que pode acontecer, não é? O seu motor pode ser gravemente danificado e até de forma permanente, gerando altos custos para você.

Preste atenção ao nível do líquido de arrefecimento e aos seus prazos de troca, faça as manutenções preventivas, revisões periódicas e evite surpresas desagradáveis!

E não deixe de assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdo e se informar cada vez mais!